A DIETA DA MENTE: Seja Uma Pessoa Melhor

Neste texto, iremos discutir um pouco sobre o livro Dieta da Mente, com algumas dicas preciosas, mas primeiro, imagine um pouco.

Quero que voltem à época dos nossos ancestrais e os imaginem preparando um DELICIOSO sanduíche com hambúrguer e queijo, e depois disso, tomando um gostoso sorvete como sobremesa!

haha, não, com certeza não era assim que acontecia

Mas é isso que acontece nos dias atuais, na grande maioria das famílias do Brasil: ingerimos uma média de mais de 70 quilos de trigo a cada ano, e o trigo não guarda nenhuma semelhança genética, estrutural ou química com aquilo que os caçadores e coletores um dia consumiram.

E pra que essa conversa toda sobre história?

Porque talvez seja aí que reside o problema: cada vez mais nós vamos CONTRA a fisiologia, usando ingredientes e alimentos para os quais não fomos geneticamente preparados.

E existe um órgão que passa despercebido nas notícias, mas que sofre muito com esse tipo de alimentação

Então, alimentos como tortas, pizzas e cupcakes deveriam passar um pouco mais longe das nossas dietas, segue então algumas dicas.

Dica número 1: ELIMINE (OU AO MENOS DIMINUA) O GLÚTEN.

gluten

Já aviso que não é uma tarefa fácil, já que muitos alimentos tem glúten, mas é algo que já comecei a fazer com A MINHA dieta da mente, e para quem algum dia já pensou em alguma dieta saudável para o corpo, a diminuição da quantidade de açúcar consumida, como em sorvetes e outros doces, está praticamente em primeiro lugar.

Vivemos numa sociedade que consome açúcar COMO NUNCA ANTES havíamos consumimos. Vocês sabiam que a OMS (organização mundial de saúde) recomenda o consumo de cerca de 25g de açúcar por dia, e que hoje, consumimos em média 6X MAIS do que isso por dia?

Não sei se entenderam, mas o que acabei de falar é que comemos atualmente em média 6X MAIS AÇÚCAR do que nosso corpo precisa.

E a gente não precisa ser médico para perceber a explosão de pessoas com obesidade, doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2 e outras doenças causadas pelo uso excessivo do açúcar, tudo fica claro quando lemos Dieta da mente.

Na nossa família SEMPRE tem algum caso, algum amigo que está assim, ou aquele conhecido que vemos todo dia Cada vez mais vemos MAIS E MAIS casos.

E aí nessa hora a gente começa a perguntar: Mas eu praticamente nem uso açúcar na minha alimentação, como assim eu como 6X MAIS que o recomendado?

O que acontece é que a indústria alimentícia se aproveita tanto do quanto nosso corpo gosta de açúcar, que está colocando açúcar em praticamente TODOS OS ALIMENTOS!

Só um copo do refrigerante mais famoso do Brasil tem 37g, que já é mais do que o recomendado para um dia, isso sem falar do pão de forma integral, que com apenas duas fatias, tem mais que essa quantidade e é ainda pior, pois o açúcar aliado à farinha de trigo usada, exponencializa o poder maléfico de picos de glicose no sangue.

DICA NÚMERO 2: DIMINUA CARBOIDRATOS E O AÇUCAR

A pergunta que fica para os futuros leitores de dieta da mente, depois que falamos em tirar glúten, açúcar e carboidratos

é “O QUE então devemos comer?”

E a dica do livro é investir nas chamadas gorduras boas. Não é aquela batatinha que você come, não é a coxinha frita, e também não é aquele pão com mortadela que deixa até a mão brilhando

É um outro tipo de gordura, encontrado em outros alimentos.

Fomos criados e acostumados com a ideia de que a gordura é ALGO RUIM para nosso corpo, o que em muitos casos é verdade Sempre ouvimos que se quiséssemos emagrecer e ficarmos saudáveis, devíamos fazer uma dieta pobre em gorduras.

O problema é que isso vai contra ao que, de novo, os nossos ancestrais alimentavam.

O que diz o livro, é que deveríamos buscar MAIS FONTES DE GORDURAS, de gorduras boas, encontradas, por exemplo, nas sementes, que são muito mais semelhantes ao que nossos ancestrais comiam

DICA NÚMERO 3: AUMENTE O CONSUMO DE GORDURAS BOAS

gorduras boas

Já falamos um pouco sobre a alimentação no Dieta da mente, mas ainda existem 2 itens que precisamos destacar se quisermos ter uma mente mais poderosa .

O primeiro delas é o EXERCÍCIO Existe um elo muito grande em praticar exercícios e ter uma vida mais saudável, isso todos já devem saber Mas o que descobertas mais recentes tornam mais do que claro é o elo EXTREMAMENTE FORTE entre exercícios e a saúde mental.

O exercício, nas palavras de cientistas, parecem construir um cérebro resistente ao encolhimento físico Na verdade, como seres humanos, sempre fomos fisicamente ativos.

Foi só num período BEM RECENTE que conseguimos o privilégio de uma vida sedentária.

Porém, nosso corpo, que foi moldado vários anos atrás, EXIGE exercícios aeróbicos regulares para sustentar ama qualidade de vida

A DICA NÚMERO 4 É: SE EXERCITE

exercite

por último, algo que é subestimado por quase todos e é a

DICA NÚMERO 5: DURMA

durmindo

Pesquisas atrás de pesquisas, assim como no livro dieta da mente, apontam para a LIGAÇÃO DIRETA entre uma boa noite de sono, e a qualidade da sua mente

Se você é a pessoa que ainda pensa que dormindo 2 horas a menos por dia, estará ganhando mais 2 para ser usada, saiba que você está enganadíssimo. Algo chamado queda de produtividade irá te derrubar Uma das grandes mudanças na minha vida ocorreu quando eu li sobre isso e resolvi colocar em pratica. Eu também era desses que resolviam dormir menos do que precisava por dia com o intuito de fazer MAIS COISAS durante o dia.

A partir do momento que aumentei minhas horas de sono, BUUUMMM, a produtividade, a vontade de fazer coisas gratificantes até o O COMEÇO DESSE CANAL!

A dica é simples e até gostosa: arrume seu quarto e o deixe como um local apropriado a dormir, e simplesmente durma!

E essas foram 5 dicas do livro A dieta da Mente Se quiser saber mais, recomendo fortemente a leitura do livro Aguardo vocês nos comentários com suas dúvidas e sugestões de leituras complementares e também se inscreva para receber notificações de mais vídeos como esse

Vamos todos juntos nutrir nossa mente, e Seja Uma Pessoa Melhor!